Blog de Luís Fontinha. Nasceu em Luanda a 23/01/1966 e reside em Alijó - Portugal desde Setembro de 1971. Desenhador de construção civil, estudou Eng. Mecânica na ESTiG. Escreve, pinta, apaixonado por livros e cachimbos...

31
Ago 12

Tão triste

ver o silêncio da Lua Azul

e saber que o teu sorriso

deixou de acordar

Tão triste

ver o silêncio da Lua Azul

e saber que o teu olhar

cessou no jardim da saudade

 

tão triste

hoje

a noite

 

com a cidade construída de medo

e janelas de sofrimento

as lágrimas de luz

sobem aos móveis da melancolia

 

o vento

tão triste

hoje a noite de Lua Azul...

 

(poema não revisto)

publicado por Francisco Luís Fontinha às 22:20

Junho 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
13
14
15

17
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

posts recentes

Lua Azul

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO