Blog de Luís Fontinha. Nasceu em Luanda a 23/01/1966 e reside em Alijó - Portugal desde Setembro de 1971. Desenhador de construção civil, estudou Eng. Mecânica na ESTiG. Escreve, pinta, apaixonado por livros e cachimbos...

11
Set 14

Não digas o meu nome,

nunca...

rasga-o e lança-o ao vento,

não digas o meu nome na vã esperança,

porque o cansaço alimenta...

e a noite come os êmbolos do meu silêncio,

sou uma máquina em aço laminado,

o meu esqueleto é composto por rodas dentadas,

roldanas...

e milímetros de fio desengonçado,

não,

não digas o meu nome,

amanhã acordarei?

sem nome,

idade,

altura...

amanhã nunca,

o meu nome lapidado...

 

 

Francisco Luís Fontinha – Alijó

Quinta-feira, 11 de Setembro de 2014

publicado por Francisco Luís Fontinha às 21:46

Julho 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17

19
20
21
22
23
24

26
27
28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

posts recentes

Nome lapidado...

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO