Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cachimbo de Água

MENU

A minha rua

Francisco Luís Fontinha 13 Dez 14

Esta rua que me alimenta

esta rua que me corre nas veias

esta rua sem sombras

esta rua sem candeias,

tem plátanos embalsamados

tem gaivotas em papel

esta rua que me alimenta

esta rua dos silêncios embriagados,

das plumas enfeitiçadas

esta rua construída com sorrisos de vento...

a minha rua tem casas

e... e flores em sofrimento,

esta rua das noitadas

e dos cinzentos olhares com odor a poesia

na minha rua habitam canções...

e palavras em agonia,

ai... esta rua dos alentos em evaporação

e das barcaças em melodia

esta rua é vida

... esta é a rua da fantasia,

sinto a sinfonia

das tristezas disfarçadas de madrugada

esta rua nunca está cansada

esta rua... esta é uma rua apaixonada.

 

 

 

Francisco Luís Fontinha – Alijó

Sábado, 13 de Dezembro de 2014

Sobre o autor

foto do autor

Feedback