Blog de Luís Fontinha. Nasceu em Luanda a 23/01/1966 e reside em Alijó - Portugal desde Setembro de 1971. Desenhador de construção civil, estudou Eng. Mecânica na ESTiG. Escreve, pinta, apaixonado por livros e cachimbos...

11
Set 11

Uma coisinha tão pequena

Que me faz irritar

Poisa na cama

Saltita no ar

É leve como uma pena

E voa sem parar,

 

Uma coisinha tão pequena

Que me faz irritar

Senta-se-me no braço

Para o sangue chupar,

 

Mosca impertinente

E por favor… preciso de descansar

Adormecer

E sonhar,

Uma coisinha tão pequena

Que me faz irritar

Poisa na cama

Saltita no ar,

 

E fico com pena

Desta mosca solitária,

Passeia-se entre mim e a secretária…

E que coisa tão pequena,

 

E que coisa tão ordinária!

publicado por Francisco Luís Fontinha às 00:40

Junho 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
13
14
15

17
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

posts recentes

Mosca impertinente

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO