Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cachimbo de Água

MENU

Página em branco

Francisco Luís Fontinha 10 Nov 14

É esta página em branco que te acompanhará,

regressarei ao meu destino,

como em menino...

triste por partir,

amanhã vou sorrir...

porque vou zarpar,

os outros que transportam as sílabas de luz no olhar,

serão recordados,

amados,

é esta página em branco que te acompanhará...

como uma casa construída de pálpebras castanhas

e janelas de silêncio,

 

O Oceano será o meu aconchego,

a minha Pátria,

porque dizem que sou um apátrida,

pois... não nasci em Portugal...

também não sou Angolano,

sou um cidadão filho do mar,

porque os nascidos antes de 11/11/1975... não são Angolanos,

é esta a página em branco que te acompanhará...

sem lágrimas,

não enrugada,

e sempre sorridente,

como a alvorada,

 

 

 

Francisco Luís Fontinha – Alijó

Segunda-feira, 10 de Novembro de 2014

Sobre o autor

foto do autor

Feedback