Blog de Luís Fontinha. Nasceu em Luanda a 23/01/1966 e reside em Alijó - Portugal desde Setembro de 1971. Desenhador de construção civil, estudou Eng. Mecânica na ESTiG. Escreve, pinta, apaixonado por livros e cachimbos...

07
Abr 11

Pertinho de ti

Pertinho do céu

Ai tarde que vi partir

Sem uma lágrima

Sem se despedir

Pertinho de ti

Pertinho do céu

Sem uma lágrima

Para me fazer sorrir

Sem se despedir

Pertinho de ti

Pertinho do céu

Ao teu lado

Simplesmente encantado

Simplesmente enamorado

Pertinho de ti

Pertinho do céu

E os teus olhos são luzinhas que me iluminam

Luzinhas, luzinhas… de encantar

Um semi-circulo mecânico no teu peito

Sim um pêndulo gigante

E o nosso tempo está a esgotar-se ausente

Sem jeito

Sem espaço-tempo

Sem deixar de sonhar

Sonhar vento.

 

Saltar de arbusto em arbusto

Uma vezes de pé

Outras sentado

E nenhumas deitado

Saltar de silêncio em silêncio parece justo

Parece defeito

Feitiço

Poeta desencontrado.

 

 

Luís Fontinha

Alijó

publicado por Francisco Luís Fontinha às 18:08

Junho 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
13
14
15

17
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO