Blog de Luís Fontinha. Nasceu em Luanda a 23/01/1966 e reside em Alijó - Portugal desde Setembro de 1971. Desenhador de construção civil, estudou Eng. Mecânica na ESTiG. Escreve, pinta, apaixonado por livros e cachimbos...

14
Set 11

O silêncio azul

Que se esconde no vestido às bolinhas,

O sorriso de uma pétala que a manhã engole

E à tarde se evapora sobre o mar,

 

O silêncio azul

Que mastiga as uvinhas,

E no sol a voz da de uma sombra

Poisada na mesinha-de-cabeceira,

 

E dentro do meu peito

Um comboio estacionado,

Sem maquinista

Nem linhas para sonhar,

 

E eu, eu cansado à tua beira,

Eu sou o silêncio azul,

A noite em desespero

À noite quando me esqueço de adormecer,

 

Penso em ti,

Procuro para lá do mar

As auréolas do teu cabelo,

E sinto um veleiro na minha peugada,

 

E deita-se na minha cama,

Eu sou o silêncio azul,

Perdido no pijama

Sobre as cinzas da lua…

publicado por Francisco Luís Fontinha às 21:19

Junho 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
13
14
15

17
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

posts recentes

O silêncio azul

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO