Blog de Luís Fontinha. Nasceu em Luanda a 23/01/1966 e reside em Alijó - Portugal desde Setembro de 1971. Desenhador de construção civil, estudou Eng. Mecânica na ESTiG. Escreve, pinta, apaixonado por livros e cachimbos...

05
Ago 12

Eu acreditava

nas palavras de ti

sem perceber que em cada noite

desaparecia uma estrela no céu

 

hoje as palavras de ti

são fantasmas...

 

néons em magras sepulturas

que procuram a noite

nos caixotes de lixo da cidade

entre os parêntesis do entulho

e a vaidade

entre a saia bordalesa

e a vodka em beijos silenciosos aos cigarros proibidos

e deixei de acreditar nas palavras de ti

 

hoje as palavras de ti

são fantasmas...

 

imagens desfocadas

nas paredes da insónia.

publicado por Francisco Luís Fontinha às 21:13

Maio 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
13
16

17
19
23

24
25
26
27
28
29

31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

posts recentes

As paredes da insónia

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO