Blog de Luís Fontinha. Nasceu em Luanda a 23/01/1966 e reside em Alijó - Portugal desde Setembro de 1971. Desenhador de construção civil, estudou Eng. Mecânica na ESTiG. Escreve, pinta, apaixonado por livros e cachimbos...

20
Out 13

foto de: A&M ART and Photos

 

oiço em ti a sonolência da tarde

ocorre-me desistir de sonhar

olhar-me ao espelho da incerteza

viajar pelos destinos caminhos que vão ter ao mar...

oiço em ti

sonolentos mergulhos das andorinhas repatriadas pela incensa escuridão

 

oiço em ti a sonolência da tarde

que baloiça nos teus lábios como xisto pregado ao cansaço da noite

oiço

e não entendo os sinais perfumados das sílabas embainhadas que deixamos na cidade dos nus...

pareço um pedestal à espera de uma estátua

e sei que nunca mais haverá madrugadas em flor

 

(não revisto)

@Francisco Luís Fontinha – Alijó

Domingo, 20 de Outubro de 2013

publicado por Francisco Luís Fontinha às 18:34

Junho 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
13
14
15

17
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

posts recentes

sonolências

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO