Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cachimbo de Água

MENU

sonolências

Francisco Luís Fontinha 20 Out 13

foto de: A&M ART and Photos

 

oiço em ti a sonolência da tarde

ocorre-me desistir de sonhar

olhar-me ao espelho da incerteza

viajar pelos destinos caminhos que vão ter ao mar...

oiço em ti

sonolentos mergulhos das andorinhas repatriadas pela incensa escuridão

 

oiço em ti a sonolência da tarde

que baloiça nos teus lábios como xisto pregado ao cansaço da noite

oiço

e não entendo os sinais perfumados das sílabas embainhadas que deixamos na cidade dos nus...

pareço um pedestal à espera de uma estátua

e sei que nunca mais haverá madrugadas em flor

 

(não revisto)

@Francisco Luís Fontinha – Alijó

Domingo, 20 de Outubro de 2013

Sobre o autor

foto do autor

Feedback