Blog de Luís Fontinha. Nasceu em Luanda a 23/01/1966 e reside em Alijó - Portugal desde Setembro de 1971. Desenhador de construção civil, estudou Eng. Mecânica na ESTiG. Escreve, pinta, apaixonado por livros e cachimbos...

02
Mar 15

Acrílico 40x50.jpg

(desenho de Francisco Luís Fontinha)

 

 

Sentia-me opaco

indigente

afogado nos silêncios da geometria

sentia-me um texto

um... um transeunte

calcinado pelo desassossego da luz

e dos esqueletos vestidos de luz...

sempre que acordava

pensava que me tinha esquecido de acordar

as palavras

e o vento

levando os meus braços para o mar

Março

e cá estamos

desesperados

e velhos

no cansaço inventado pela Primavera

quase lá

as gaivotas em telepatia com os meus sonhos

os barcos ancorados no meu peito

e um debilitado relógio de pulso

em saltos

na calçada do “Adeus”

porque a morte é cega

porque o vício é o vício

dos livros

e dos desenhos

à mercê dos morcegos

e dos murganhos...

a eira em chamas

e os cigarros enlouquecidos nos lábios de uma aranha

acreditam?

em saltos

na calçada do “Adeus”

porque a morte é cega

e eu... e eu... sentia-me opaco.

 

 

Francisco Luís Fontinha – Alijó

Segunda-feira, 2 de Março de 2015

 

publicado por Francisco Luís Fontinha às 19:56

16
Dez 14

(desenho de Francisco Luís Fontinha)

 

 

há versos felizes

versos sem nome

há versos cansados

versos esfomeados quando cai a noite

há versos esqueléticos

que nem o corpo em decomposição sabe ler

versos com fome

versos vestidos de rio

cidade

e paixão

há versos desempregados

versos enlatados

(nesta cidade em combustão)

há versos conservados em papel sibilado

versos rasgados

versos…

(nesta cidade em combustão)

há versos felizes

versos sem nome

há versos cansados

que nem o tempo consegue apagar

versos de amar

revolta

versos travestidos de soldado

de espingarda na mão

à espera que se abra uma porta

às vezes sem saída

às vezes… versos em vão…

que só o vício desembrulha quando nasce a madrugada.

 

 

 

Francisco Luís Fontinha – Alijó

Terça-feira, 16 de Dezembro de 2014

publicado por Francisco Luís Fontinha às 22:31

Junho 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
13
14
15

17
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO