Blog de Luís Fontinha. Nasceu em Luanda a 23/01/1966 e reside em Alijó - Portugal desde Setembro de 1971. Desenhador de construção civil, estudou Eng. Mecânica na ESTiG. Escreve, pinta, apaixonado por livros e cachimbos...

09
Set 15

desenho_09_09_2015.jpg

(desenho de Francisco Luís Fontinha – Setembro/2015)

 

Esta cadeira onde te recordo

Acorrenta-me aos sonhos da noite escura,

Sobre a mesa-de-cabeceira… o livro que emagrece o teu corpo nas lâmpadas incandescentes do desejo,

Minto-te, meu amor,

Como te minto quando digo que sou filho da noite…

 

Não, não meu amor,

 

Não,

Não existe noite

E tão pouco sou filho dela,

 

Sabes disso meu querido,

 

Sabes disso…

Que amanhã recordar-te-ei como um pedestal em movimento,

Uma orquestra vagueando sobre o balcão de um bar…

 

Sabes disso meu querido,

 

Algumas pedras e gelo…

E um beijo nas velas de um veleiro,

Esperam que esta cadeira se sente…

Que esta cadeira se sente no meu colo,

E me beije…

Como beijam os vampiros da noite escura.

 

Francisco Luís Fontinha – Alijó

Quarta-feira, 9 de Setembro de 2015

publicado por Francisco Luís Fontinha às 00:14

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Setembro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9


24

27
29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Posts mais comentados
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO